Nosso blog está em manutenção...

Estamos preparando algumas novidades para vocês. Obrigado pela paciência :)

close ic

Trupe Torrada: “E quando tem comida demais?”

Mais um post da querida Trupe!
Dessa vez é o Raphael que fala um pouco sobre como conservar alimentos ;)
 
O que você faz quando tem muito alimento e precisa conservá-lo? Pode encher de sal, defumar, colocar dentro de um ambiente com excesso de sal ou açúcar. Existem vários alimentos feitos com algum desses processos: cebola, pepino, repolho, carnes, peixes, frutas… a lista é grande.
A humanidade faz isso há muito tempo. O que você precisa basicamente é de higiene, tanto na fabricação como no armazenamento.
 

O segredo é: o ambiente é impróprio para proliferação de bactérias e fungos. Eu disse PROLIFERAÇÃO. Ou seja, os organismos podem estar lá e podem ainda se proliferar. Experiência própria: fiz um chucrute em casa uma vez e ficou todo azul. Só descobri na segunda vez que fui comer e depois da dor de barriga tinha dado antes. Meu problema foi a falta de higiene com os potes. Quem nunca errou na cozinha que atire a primeira espátula.

Fez a conserva? Guarde o(s) pote(s) em local adequado. Bactérias e fungos adoram lugares quentinhos e úmidos pra se reproduzirem.
 
A conserva é boa e deve ser usada. Vida longa aos conservados e aos defumados. Ou vai negar um sanduíche com um salmão defumado, um picles em conserva e uma mostarda de Dijon? É tudo em conserva!! 
 
Nem sempre houve esse cuidado com a higiene. Esse descuido fazia com que alguns alimentos e bebidas fermentassem pela presença de leveduras (fungos) e “estragassem”. É por causa desse “estrago” que hoje conhecemos coisas boas como vinhos e cervejas, por exemplo. Isso não significa que você vai inventar algo novo aí na sua cozinha. Cuide de sua saúde primeiro!
 
Abraços do Zorak.