Nosso blog está em manutenção...

Estamos preparando algumas novidades para vocês. Obrigado pela paciência :)

close ic

6 séries para maratonar

Bora estourar um pacote de pipoca, sentar na frente da tv e devorar 6 séries muito maravilhosas?

Aqui vou dar a dica de 6 séries, um tanto quanto intrigantes, que maratonei recentemente e curti MUITO (muito mesmo).

Leia o post até o fim, anote as dicas e corra, porque o controle remoto será eu melhor amigo.

Bora lá?!

Você

Dá pra resumir toda a série em apenas uma frase: Not cute, just psycho!

“You” é narrada por Joe, que é protagonizado por Penn Badgley, sim, nosso eterno Dan Humphrey de Gossip Girl. O cara é vendedor em uma livraria e se apaixona perdidamente por Beck, co-protagonizada pela genial Elizabeth Lail, assim que ela entra em sua loja. Essa paixão de Joe começa aos poucos a virar uma terrível obsessão, que vai torná-lo capaz de fazer qualquer (eu disse q u a l q u e r) coisa pra tirar tudo e todos que estiverem atrapalhando sua relação com a tal Beck.

Tudo começa com aquela “stalkeada” sem compromisso, sabe? “Ah, vou ver o que acho sobre ela aqui no facebook, instagram, qual a localização dessa foto, onde ela estudou, quem são seus amigos….” e pá! Quando vai ver, o cara sabe de absolutamente tudo da vida da garota, sem nunca ter trocado mais de 10 palavras com ela. P-E-R-I-G-O. E ó, ALERTA, fica cada vez pior.

A série tem uma estrutura interessante – você vai mergulhar na cabeça de Joe, e verá tudo pelos olhos sombrios dele. Vai entender o que ele pensa, o que ele sente e o que ele vê. Através dessa visão, ele mostra seu lado doce&romântico, mas ATENÇÃO, ele é um psicopata! Não é pra achar fofinho, nem querer um carinha que te persiga e viva obcecado por você.

No mais, o elenco foi muito bem escalado! Penn tá dando um SHOW de atuação (inclusive MEDO dele), o jovem Luca Padovan é sensacional, e Schay Mitchel, que faz a Peach, é Schay Mitchel, né?! Sempre maravilhosa!

E ó, a série serve bem como um alerta – a gente não precisa postar absolutamente tudo sobre as nossas vidas na internet, né?!

Onde eu posso assistir?

Netflix

Temporadas: 

1 (10 episódios)

This is Us

Partimos de uma série pesada e assustadora, pra uma série linda e cheia de surpresas da vida real.

A narrativa da série – por enquanto dividida em 2 temporadas – é genial. O vai e vem entre passado e futuro é o que liga os pontos e faz a gente entender toda a história por trás das histórias de todas as personagens. Emocionante e surpreendente a cada episódio.

O casal megaapaixonado Jack e Rebecca (Milo Ventimiglia e Mandy Moore) fica “grávido” de trigêmeos. Como eles vão lidar com a chegada não de um, mas de três bebês? Como eles vão lidar com três crianças diferentes? O que farão com suas vidas profissionais? Suas relações interpessoais? E o amor entre eles? E a relação com aparência, corpo, pele, sexualidade? Como lidar com diferenças, medos, receios, rancores, saudades? E quem não se pergunta isso todos os dias, não é mesmo? É exatamente sobre isso que a série fala: a vida real de uma família comum. Como a sua, a minha… A ideia aqui é se identificar, é pra refletir. Não tem nada de surreal, de impossível, não tem ninguém totalmente mal, não tem assassino, serial killer, stalker. Tem mãe que deixou os sonhos de lado, filha acima do peso, filho adotado, pai perdido, pai amoroso, tem gente engraçada, tem gente mal resolvida, tem gente com rancor, tem pedido de desculpas… tem gente exatamente como a gente. É pra pensar. E chorar. MUITO.

O elenco é impecável – impossível destacar um só ator.

Prepara o lencinho, o saco de pipoca e vá se deliciar com as histórias da família Pearson. <3

Onde eu posso assistir?

FOX | FOX PLAY | NOW

Temporadas: 

1 (18 episódios)

2 (18 episódios)

Sex Education

Já começo dizendo que é uma das séries que mais gostei dos últimos tempos: ótimos personagens, trilha sonora incrível, direção de arte impecável e uma boa narrativa! Otis (Asa Butterfield) é um adolescente com problemas sociais que vive com sua mãe, uma terapeuta sexual. Apesar de não ter nenhuma experiência, Otis, junto com uma amiga da escola, vira o terapeuta sexual dos colegas da escola – quer dizer? Como um menino que não entende nada de sexo pode ser o conselheiro, ou guru, da galera?

É uma série britânica que fala de sexo e aproveita todos os clichês da vida escolar adolescente para derrubar alguns padrões, com humor sutil e a quebra de tabus. Na verdade, o que eu realmente gostei, foi a ausência desses tabus – tudo o que seria visto como algo diferente é retratado de forma natural, sem forçar a barra. A relação de mãe e filho é um dos pontos fortes da trama, mas muita atenção também para a amizade entre Otis e Eric (Ncuti Gatwa), seu melhor amigo que é gay, negro e de uma família cristã. A amizade dos dois é um dos relacionamentos mais legais da série e desmistifica a ideia de que héteros e gays não podem ser amigos. Além de Otis e Éric, todos os outros personagens merecem muita atenção – são todos maravilhosinhos. 

Bom, agora o resto vocês vão ter que assistir senão vou falar demais por aqui :)

Onde eu posso assistir?

NETFLIX

Temporadas: 

1 (8 episódios)

Big Little Lies

Vamos voltar pra vida real+suspense.

A série de 1 temporada que faz você ficar vidrado nas vidas de Madeline (Reese Witherspoon), Celeste (Nicole Kidman) e Jane Chapman (Shailene Woodley). Nem preciso falar que o elenco é de primeira, né?! Maduras, com personalidade e atitude. Mulherões da Porra.

Logo no primeiro episódio você entende que rolou um assassinato, mas não é revelado nem quem morre, nem quem mata. E as histórias de vida das três mães protagonistas vão sendo contadas em paralelo no decorrer dos episódios. Aí é o momento de entender tudo o que rolou antes do ocorrido com cada uma delas e suas famílias, e começa a surgir aquela pulguinha atrás da orelha. Hora de começar com seus palpites – quem morreu? quem assassinou?

Em um dia da pra maratonar e matar a curiosidade.

As histórias são de vida real. É um rolê de gente mais adulta, não tem nada de bobinho e fora da realidade. São vidas comuns, com problemas, divórcios, filhos, tretas e muitas tretas.

Muito bem escrita, dirigida e com uma fotografia bem show!

Onde eu posso assistir?

HBO | HBO GO

Temporadas: 

1 (7 episódios)

Atypical

Atypical vai contar a história do jovem autista Sam (Keir Gilchrist), e de toda a sua família. Com humor e muita sensibilidade, você vai mergulhar na vida dos Gardner’s e entender – pelo menos – um pouquinho dos desafios que eles enfrentam por ter alguém com autismo na família.

Apesar de ter completado 18 anos, Sam, os pais Elsa e Doug (Jennifer Jason e Michael Rapaport), junto com a filha mais velha, Casey (Brigette Lundy-Paine), estão só começando a descobrir as possíveis dificuldades que podem acontecer durante suas trajetórias. Além de administrarem suas vidas, relacionamentos, profissões e escolhas, existe o fato de que Sam, ainda que muito inteligente e sagaz, não seja totalmente independente e precise de atenção extra.

Sam é prático, objetivo e não sabe lidar com seus sentimentos, isso faz com que ele não entenda muuuuitas coisas que acontecem e que poderão acontecer em sua vida. O primeiro beijo, a primeira paixão, o primeiro amor, a primeira namorada, a primeira vez que dorme fora de casa, a primeira festa…. tudo isso requer atenção e ajuda redobradas da família, pra que ele não se sinta desconfortável e não tenha uma possível crise. E se a crise acontecer? E se a vida não for tão fácil como parece ser? E se ser uma pessoa normal for ainda mais difícil?

A série ensina e emociona. É vida real. Mas não é a vida de muita gente. Vale a maratona pra absorver, entender e ajudar – se um dia for necessário.

São 2 temporadas fáceis fáceis de serem devoradas em 1 semana. Tem humor, tem leveza, tem tristeza e tem delicadeza.

Os atores são um show a parte. Destaque para Keir, que faz Sam e pra Nik Dodani, que interpreta seu melhor amigo Zahid.

Onde eu posso assistir?

Netflix

Temporadas: 

1 (8 episódios)

2 (10 episódios)

 

Elite

O sotaque latino e os uniformes semelhantes aos de Rebelde podem enganar, a série que parece bobinha e teen, na verdade é cheia de suspense, drogas e muuuuitas cenas de sexo. Então, se a sua intenção é curtir uma série tranquilinha volte uma casa e assista Atypical.

Tudo começa quando 3 alunos do ensino público, Samuel (Itzan Escamilla), Christian (Miguel Herrán) e Nadia (Mina EL Hammani), vão parar em um Colégio de Elite, o Las Encinas. A diferença de classes e o estranhamento dos riquinhos em relação aos menos favorecidos, resulta em um assassinato.

Logo na primeira cena, do primeiro episódio, já nos é mostrado que rolou um assassinato. Não sabemos quem morreu, nem quem matou, e isso nos segura na frente da telinha pelo menos até o fim do primeiro ep. E ali, sem perceber, você já criou um laço com todas as personagens e provavelmente vá passar o resto das horas do seu dia maratonando Elite. he he

Mini Spoiler: No fim do primeiro episódio já descobrimos quem morreu, e o mistério de quem matou perpetua até o fim da primeira – curta – temporada de 8 episódios.

A série aborda temas importantes, como homossexualidade, intolerância religiosa, hiv, adoção e muitas outras coisas que envolvem a nossa realidade.

Divirta-se com as presepadas de Christian (Miguel Herrán), e aprecie – sem moderação – a bela atuação de todos.

Onde eu posso assistir?

Netflix

Temporadas: 

1 (8 episódios)


Essas são as séries que mais estou curtindo no momento <3

Um conselho: deixe o celular de lado e mergulhe fundo na história dessas personagens. Você vai se inspirar, aprender, se apaixonar, parar pra pensar, ficar com um medinho às vezes, mas principalmente, vai se entreter! :)

Bora assistir as séries agora?

Beijo beijo