Nosso blog está em manutenção...

Estamos preparando algumas novidades para vocês. Obrigado pela paciência :)

close ic

Como congelar e preservar alimentos por mais tempo?

Não apenas em tempos de quarentena, mas para a vida, o congelamento de alimentos pode ser uma mão na roda para sempre ter ingredientes variados em casa!

Praticamente todos os alimentos podem ser congelados, mas enquanto alguns são perfeitamente aproveitados outros irão sofrer algumas alterações como por exemplo perder textura (no caso de frutas e verduras).

COMO PRESERVAR SEUS ALIMENTOS?

Temperos: alho e cebola descascados devem ser picados e guardados dentro da geladeira em recipientes fechados. Uma dica é colocar uma pitada de sal, para durar mais tempo – aproximadamente uma semana. Salsinha e cebolinha podem ser conservadas em um copo com água, deixando a raiz em contato com a água – dentro da geladeira.

Verduras: armazenar nas gavetas inferiores, sempre lavar e secar bem!

Legumes: mesmo que as verduras porém alguns legumes duram mais tempo quando fechados em embalagens ou sacos plásticos, como cenoura, beterraba, chuchu, pepino, berinjela, jiló e pimentão.

Frios: devem ser colocados em recipientes com tampa e guardados na gaveta própria para estes itens  na geladeira.

Ovos: a porta da geladeira não é a melhor opção para armazenamento. A abertura e fechamento da porta diminui a eficácia da refrigeração, além oferecer maior risco de quebra da casca.

Açúcar e Mel: não precisam ficar na geladeira, apenas em ambientes frescos – pode ser um armário ou prateleira que não bata sol.

COMO CONGELAR SEUS ALIMENTOS:

Temperos verdes: salsa, cebolinha, coentro e outras ervas – é preciso lavar, secar (deixar bem sequinho) e picar. Eu costumo congelar cada erva em potes separados, pra facilitar quando for usar. É ótimo para ter no freezer e usar no preparo de receitas!

Hortaliças: as hortaliças após congeladas não servem para serem consumidas cruas, são usadas para refogar ou em receitas quentes e por incrível que pareça, o o congelamento é a técnica de conservação que melhor preserva as propriedades nutricionais das hortaliças. Depois de lavadas, devem cortadas em pedaços não muito grandes e rapidamente cozidas no vapor. Ainda quentes, precisam ser mergulhadas em água gelada até esfriarem completamente – essa técnica é chamada de “branqueamento”. Após esse processo, deixe escorrer, seque (com um papel toalha) e embale em sacos plásticos sem deixar que entre ar.

Cogumelos: o shitake pode ser congelado já cozido – refogado rapidamente com azeite ou manteiga e congelados em potes de plástico rígido, por até oito meses.

Ovos: não devem ser congelados dentro das cascas ou já cozidos. A melhor forma de congelar seus ovos é sem a casca e separar as gemas das claras, congelar separadamente – acrescentando as gemas um pouco de sal ou açúcar.

Carne Vermelha: as carnes cruas precisam ser congeladas sem nenhum tempero ou sal – senão podem escurecer ou ter o sabor alterado. A melhor forma de congelar carnes cruas é em peças pequenas (cubos, tiras, moídas, bifes) em porções individuais e separados por filmes plásticos. Importante: quando descongeladas não devem ser recongeladas, mas podem voltar ao freezer depois de preparadas (cozidas, fritas ou assadas).

Aves: mesmo processo das carnes cruas – mas deve prestar atenção para que estejam com cheiro suave, a pele macia, seca e de cor clara, sem manchas, com a carne de consistência que não esteja nem mole e nem dura demais.

Peixes: devem ser limpos, vísceras retiradas ou então congelados em filés. A embalagem deve ser dupla para não passar cheiro ao freezer. No caso de peixes e frutos do mar, recomenda-se não descongelar totalmente e iniciar o preparo quando ainda estão gelados.

Carne Suína: congelada crua e sem nenhum tempero, assim como as carnes vermelhas. Porém, ao descongelar deve ser descongelada totalmente dentro da geladeira antes de ser temperada e preparada.

(Fonte: Congelamento Doméstico de Alimentos — Instrução Prática 264 — elaborada pela equipe de técnicos da extensão rural sob a orientação da nutricionista Beatriz Cantusio Pazinato da Divisão de Extensão Rural da CDRS/SAA)

beijo, beijo,