VIENA: dicas básicas e rolês que não podem faltar na capital Austríaca

When will you realize Vienna waits for you? ♪

Essa música do Billy Joel sempre foi uma das minhas preferidas DA VIDA! Então, imagina o quanto eu sonhei em conhecer Viena, capital da Áustria citada na música que canto/escuto há anos.

(se não souber de que música estou falando, dá o play aqui e deixa tocando enquanto termina de ler esse post!)

Viena, capital da Áustria, é uma cidade lindinha, encantadora e com muitas coisas pra fazer! A cada passo, um lugarzinho novo e lindo, pronto para ser fotografado. A cidade é conhecida pela sua arquitetura e palácios, tem um gigantesco legado artístico e intelectual, principalmente por ter nomes como Mozart, Beethoven e Sigmund Freud, que nela viveram.

foto: mappingalong.com

Informações Básicas:

  • Moeda: Euro
  • Idioma: Alemão (mas todos falam inglês perfeitamente).
  • Visto: assim como os destinos da Europa, você não precisa de um visto para visitar a Áustria, quando chegar na Imigração vai passar por uma rápida entrevista e é importante ter em mãos seu passaporte (com validade de até 6 meses após a data da viagem), endereço de onde irá se hospedar, passagem de volta e Seguro-Viagem*
  • Transporte público: tem metrô pra qualquer lugar! Nesse site AQUI tem todas as informações, valores e mapas do metrô.  https://www.wien.info/

Onde se Hospedar?

Viena é dividida em 23 distritos, parece confuso no começo, mas depois você se acostuma. O Distrito 1 (Inner City) e o Distrito 2 (Leopoldstadt) é onde você vai achar quase todas as atrações turísticas. E para um rolê mais hipster e moderninho, a dica é ir para os Distritos 7 e 8 – guarda essas infos que vai ajudar na hora de você se localizar melhor!

Qualquer uma dessas opções de bairros é ótima para se hospedar. Eu não vou passar o hotel que eu fiquei, porque na verdade eu não gostei he he #sinceridade e depois troquei para um apezinho show no Airbnb – então fica essa dica, tem muita opção bacana de Airbnb por lá, os apartamentos são amplos e super bem decorados, parece que você está dentro do Pinterest!

No geral, Viena é muito tranquila e super segura, pode passear a pé e com calma, sem medo :)

Qual a melhor época para visitar?

Viena é linda e encantadora durante o verão, com as praças, bares na margens do rio e ruazinhas encantadoras. Mas se estiver planejando fazer sua viagem durante o inverno, também vai amar toda a decoração de Natal, principalmente o Christmas Market – com luzes, shows e barraquinhas de comidas pela cidade – é praticamente o grande evento do ano! 

Palácio Schonbrunn

Agora é a hora de falar dos passeios que você não pode deixar de fazer:

1 – Palácio Schonbrunn

Eu AMEI esse lugar. Real-oficial. É lindo, lindo lindo! A decoração é fantástica, você se sente uma verdadeira princesa lá dentro e apesar de não curtir esses rolês mega-turísticos, fiquei encantada.

O Palácio foi inaugurado em 1638 e era residência de verão da família real. Tipo uma casinha na praia? Porém um PALÁCIO todinho. Eu nunca tinha prestado muita atenção na história da Áustria (ou da Sissi) nos meus tempos de escola – mas depois de entrar no Palácio, fazer a visita guiada, parece que o quebra cabeça se completou!

Pode reservar pelo menos metade do seu dia para visitar o Palácio e o jardim. Do lado de fora, tem um restaurante e um café se quiser dar uma pausa :)

Para ir é fácil, dá pra chegar de metrô!

Endereço: Schönbrunner Schloßstraße 47, 1130 Wien, Áustria

2 – Se perder pelo Museumquartier

Traduzindo: quarteirão de Museus. E sim, é realmente um quarteirão gigante, com muitos museus. Eu visitei o MUMOK – Museu de Arte Moderna, e não achei lá essas coisas. O que gostei mesmo foi do prédio e da área aberta na frente, com um café e lugares para sentar.

Você pode visitar alguns museus ou apenas aproveitar o lugar para curtir a praça, ver o movimento, tomar um café. É um hábito bem dos locais ficar ali nos jardins dos museus curtindo um solzinho durante o verão.

Entre os museus da praça, uma atenção especial para o  Museu de História Natural – um dos maiores do mundo, e também o Museu de História da Arte – que possui várias obras de arte de artistas consagrados (o teto da escadaria do museu foi pintado por Gustav Klimt, o famoso pintor austríaco).

3 – Passear pelo Centro Histórico de Viena

As ruas estreitas do centro histórico de Viena vão te levar para três épocas diferentes:  a Idade Média, o Barroco e o final do século XIX.

Batendo perna por ali você vai encontrar muitos dos pontos turísticos da cidade: catedral gótica de Santo Estevão – Stephansdom, o palácio imperial Hofburg, avenida Ringstrasse, Staatsoper (ópera nacional) e o Museu de Belas Artes (Kunsthistorisches Museum).

4 – Provar a Torta Sacher

Eu fiquei apaixonada pela tradicional Torta Sacher (aliás, sdds!) e na minha opinião, tem que entrar na sua listinha de coisas para fazer na cidade. A Torta Sacher é o doce mais famoso de Viena e você encontra em muitos lugares, mas vale a visita ao lugar que foi seu criador – O Café do Hotel Sacher, afinal a versão original contém segredos jamais revelados!

PS: Minha ex-sogra, que é Austríaca, preparava uma deliciosa sempre que eu ia visitar, já roubei a receita e vou tentar reproduzir algum dia!

5 – Dar um rolezinho pela Kärntner Strasse

É uma das ruas mais famosas da cidade. É uma rua lindinha, no centro de Viena, lotada de lojas e cafés. Podemos dizer que a Kärntner Strasse está para Viena assim como a Champs Elysées está para Paris, tendeu? É aquele lugar show para fazer comprinhas :)

Dica: você já vai estar do ladinho do Hotel Sacher, para fazer aquela pausa do café!

6 – Ver a cidade do alto da St. Stephen’s Cathedral

Prepara as pernocas e o fôlego para subir mais de 300 degraus porque eu prometo que vai valer a pena! St. Stephen’s Cathedral (Catedral de Santo Estevão em português) é uma das mais antigas catedrais do estilo gótico europeu, localizada  bem no centro de Viena. Trata-se de uma obra mundialmente conhecida e um exemplo da arquitetura do século XII.

O interior da Catedral é super bonito e a entrada é gratuita! Mas para aproveitar ainda mais esse passeio, vale a pena subir as escadas e ver a cidade do alto! Claro que para chegar lá você terá que encarar um caracol danado com mais de 340 degraus, que serão compensados com uma linda vista (ainda mais se for perto do fim do dia, com o pôr do sol).

Prepara o look, a câmera fotográfica e have fun!

7 – Ver as obras de Gustav Klimt no Palácio Belvedere

O Palácio Belvedere é um conjunto formado por dois edifícios em estilo barroco, que são ligados por um enorme jardim – chamados de “Belvedere Superior” e “Belvedere Inferior”. Além disso, ainda no complexo você pode visitar os estábulos e uma uma linda estufa onde eram cultivadas laranjas. O palácio foi construído no século XVIII e desde o período da Primeira Guerra Mundial, foi convertido em um museu. Hoje abriga grande parte das obras de Gustav Klimt, como o famoso O Beijo.

8 – Comer o famoso Schnitzel

Wiener Schnitzel (significando em alemão: escalope à moda de Viena) é um dos pratos mais famosos da cozinha austríaca. O Schnitzel é um bife a milanesa(geralmente porco ou vitelo) servido com maionese e salada.  A diferença do que conhecemos aqui no Brasil é que o Schnitzel é suuuper fininho. Os vienenses são hiper orgulhosos de servir o melhor e mais gostoso Schnitzel do mundo, então vale a pena experimentar!

9 – Verão: tomar uma cerveja na margem do Donaukanal

Se você visitar Viena durante o verão, vai reparar na infinidade de barzinhos que abrem de tarde/fim do dia na margem dos rios. As margens do Donaukanal, um canal no rio Danúbio, é onde o pessoal se encontra pra tomar uma cerveja, ou um drink, conversar e muitas vezes até tomar sol – alguns dos bares montam um tipo de praia artificial com espreguiçadeiras e até areia!

Restaurantes e bares que ficam cheios de pessoas de todas as idades, bebendo na beira do rio, uma vibe bem delicinha!

10 – Inverno: curtir um dos melhores Christmas Market da Europa

Em Dezembro, nas semanas que antecedem o Natal, a cidade se ilumina e fica lotada de mercadinhos de natal fofinhos – uma tradição bem forte na Europa. Tudo é lindamente decorado e a graça é experimentar comidas típicas – alguns dos mercadinhos tem até show de música típica ao vivo.

Se não aguentar a cerveja no rigoroso inverno austríaco, uma boa opção é se esquentar com vinho quente ou shots de schnaps – bebida mais forte e típica da Áustria!

foto: skyticket.com

Quer saber mais dessa e de outras viagens? Me segue no instagram: @luandagazoni :)

Espero muito que tenham gostado!

Beijo beijo,

botão mostrar mais